h2o.eco.br

h2o.eco.br

Sanepar mantém obras mesmo com pandemia

Sanepar mantém programação de obras para melhorar eficiência do sistema mesmo com a pandemia do coronavírus.

Barragem do Miringuava
Responsável por 100% da população de 345 municípios do Paraná e de Porto União, em Santa Catarina, onde opera com água tratada e 74,2% com coleta de esgoto (sendo 100% desse esgoto tratado), o que contribuiu para que o Paraná tenha um dos melhores IDH do país, a Sanepar não parou. Nem mesmo devido à pandemia do coranovírus, a empresa suspendeu a sua programação de obras previstas para este ano. Em nota por e-mail a este portal, a Sanepar informou que adotou todas as medidas e procedimentos necessários para garantir a segurança de seus funcionários e o bem estar de toda a população. “Continuamos trabalhando 24 horas por dia, todos os dias da semana. Nossa programação de obras está mantida e, com os ajustes também aos fornecedores e prestadores de serviço, estamos conseguindo executar o nosso cronograma que tem como objetivo melhorar ainda mais a nossa entrega e a nossa eficiência”, acrescenta a empresa. Ao total, estão previstos para este ano investimentos de R$ 594,3 milhões em sistemas de água (obras e manutenções) e de R$ 624,4 milhões em sistemas de esgoto (obras e manutenções). 

Dentre essas obras, a empresa cita a construção da Barragem do Miringuava, na Região Metropolitana de Curitiba, prevista para ser concluída em dezembro; a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Belém, em Curitiba; a construção de Estação Elevatória de Esgoto em Umuarama, na Região Noroeste; a execução da nova captação de água no Rio São José, em Cascavel, na Região Oeste; e a execução de nova estação elevatória do Corte Branco, em Curitiba. 

A empresa lembra ainda que o combate ao Covid-19 em todo o mundo passou, obrigatoriamente, por novas medidas e novos hábitos de higiene e de higienização. Assim, o fornecimento de água potável e coleta e tratamento de esgoto são elementos fundamentais nesse processo que é irreversível. “O saneamento, que já é essencial, passou a ser percebido com mais importância. A sociedade e os governos, de um modo geral, ampliaram a consciência dessa relevância, da importância do saneamento e do trabalho fundamental das empresas do setor”, acrescenta. A Sanepar enfatiza que  nos momentos de crise, cooperar é o verbo que resolve. “Não existem soluções isoladas. Governo, sociedade, empresas, cidadãos, todos passam a pensar e agir integrados. O esforço da cooperação, de trabalhar em parcerias, de compartilhar soluções, de ajudar a superar momentos e situações tem sido a tônica e a base das medidas que todos estamos executando”. 

Sobre a suspensão de pagamento de clientes afetados pela crise econômica provocada pela pandemia, a empresa informou que se trata de uma medida emergencial e que tem como foco principal as famílias da tarifas sociais. “Nós nos ajustamos para poder colaborar em um momento tão agudo como esse. É importante lembrar que nem o cidadão, nem os governos, nem as empresas veem a suspensão como “calote” ou  não pagamento, mas sim uma postergação, um adiamento e que o pagamento será ajustado no momento e na forma ideal. Trabalhamos todos para superar essa crise e seus efeitos e com isso retornar à normalidade”, conclui a Sanepar. 

Por Milton Wells

ETE Belém